Translate

Cidade da Lagoa (Ilha São Miguel)

A Lagoa é uma cidade situada na costa sul da ilha de São Miguel, Açores, é sede de um pequeno município limitado a norte pelo município da Ribeira Grande, a leste por Vila Franca do Campo, a oeste por Ponta Delgada e a sul pelo Oceano Atlântico. Foi elevada a cidade por deliberação do parlamento dos Açores em 22 de Março de 2012.
Vista aérea da cidade da lagoa
Segundo alguns historiadores, Lagoa terá sido a primeira Vila da Ilha de S. Miguel a ser colonizada. quando o Infante D. Henrique, ainda na primeira metade do século XVI, decidiu lançar carneiros na sua costa sul. Aliás. o topónimo Porto dos Carneiros deve o seu nome a esse facto. Elevada a vila em 22 de Abril de 1522, Lagoa contava apenas, nessa altura, com uma paróquia, a de Santa Cruz.. Meio século depois, no entanto, o seu crescimento populacional e territorial justificou bem a criação de uma segunda paróquia, a de Nossa Senhora do Rosário. Assim esta Freguesia viria a ser criada em 5 de Abril de 1595.





Igreja Nossa Senhora do Rosário
Construída no século XVIII a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, apresenta-se como uma volumosa e sólida construção de três naves.
Igreja Matriz de Santa Cruz
A Igreja de Santa Cruz, localizada junto ao litoral, é um templo fundado por volta de 1450 e que sofreu várias alterações significativas no decorrer dos séculos. Foi elevada a Igreja Matriz da Lagoa em 1552 com a criação da Vila da Lagoa por carta régia de D. João III.

Convento dos Franciscanos
Foi edificado pela Ordem dos Frades Menores entre o século XVII e o século XVIII.
Com a extinção das ordens religiosas masculinas (1834), o conjunto passou para a esfera civil, passando a abrigar as repartições públicas do concelho, nomeadamente os serviços ligados à administração municipal, às finanças e ao ensino público, através da instalação de uma escola no imóvel. À época da Primeira Guerra Mundial foi utilizado como detenção para prisioneiros alemães e, na Segunda Guerra Mundial, serviu como quartel de tropas.
Aquedutos da Janela do Inferno
No sítio do Valado Velho, junto ao Pico da Cova, nos Remédios da Lagoa, existe um aqueduto constituído por vários troços, com imponentes arcos, alguns com mais de 8 m de altura, que atravessam o vale da Ribeira Seca. Este aqueduto destinava-se ao abastecimento das águas provenientes das nascentes da Janela do Inferno até à antiga fábrica de destilação de álcool da Lagoa, propriedade na altura, da Empresa Bensaúde & Companhia.

Navio-Patrulha Oceânico Classe "Chilreu" (Espanha)

A Classe Chilreu consiste em quatro patrulhas oceanicos da Armada Espanhola , todos com características diferentes, dedicadas a missões de controlo, inspecção e apoio para a frota de pesca e à protecção dos interesses de pesca espanhóis.

Patrulha Oceanico "Alboran"
O primeiro é um velho barco de pesca construído em Gijón (Astúrias, Espanha) para Naval Gijon SA, adquirida pela Marinha e convertido em Navio-Patrulha, enquanto o resto das unidades foram construídos, como tal, por ordem directa da Marinha.

Patrulha Oceanico "Tarifa"

Características
Tipo: Navio-Patrulha Oceanico
Deslocamento: (P-61) 2.100 ton. (P-62, P-63 e P-64) 1800 1900 ton.
Autonomia: 15 000 milhas (P-61); 20 000 milhas (P-62); 24 000 milhas (P-63 P-64)
Aeronaves: Plataforma para helicóptero (P-62, P-63 e P-64)
Guarnição: 36 marinheiros

Lagoa das Furnas

Miradouro do Castelo Branco

Lagoa das Furnas vista do Miradouro do Pico do Ferro
Miradouro do Pico do Ferro encontra-se a uma cota de altitude que ronda os 570 metros de elevação. Oferece uma imensa vista sobre a vasta cratera vulcânica.

Trilho pedestre das Caldeiras da Lagoa das Furnas
Características
Altitude: 281 m
Comprimento: 2025 m
Largura: 1600 m
Profundidade: 12 m
Área da Lagoa: 1,90 Km2
Área da Bacia: 12,39 Km2


Cryptomeria
Zona das Caldeiras da Lagoa das Furnas



Zona dos cozidos
Lagoa das Furnas
Capela Senhora das Vitorias
Capela Senhora das Vitorias

Cascata Salto do Rosal
Situada na mata/jardim José do Canto, junto à Lagoa das Furnas

Furnas (Parque Terra Nostra)

É um jardim botânico localizado no vale das Furnas, onde encerra uma das maiores colecções do mundo de camélias, tendo mais de 600 genros diferente e também a maior colecção da Europa de Cicas. Este parque foi considerado um dos mais bonitos do mundo pela revista Condé Nast Travel das Condé Nast Publications
Metrosideros Robusta (Rata do Norte)


Tanque de Águas Termais
Piscina de água férrea vulcânica de cor castanha e cuja temperatura ronda os 25 graus.

Memoria aos Viscondes da praia

Avenida

Mirante o Açucareiro
Lagos
Parque Jurássico 


Carvalho Vermelho (Quercus Robur)


Fonte




Destroyer Classe "Arleigh Burke" (EUA)

A classe Arleigh Burke, de contratorpedeiros de mísseis guiados (DDGS) é a primeira da Marinha dos Estados Unidos construída em torno do sistema de combate Aegis, e do radar multi-função AN/SPY-1.
Destroyer USS Arleigh Burke (DDG-51)
Destroyer USS Stout (DDG-55)

Destroyer  USS Mitscher (DDG-57)
Destroyer USS Ramage (DDG-61)
A classe é chamada de almirante Arleigh "31-nós" Burke, em homenagem a um dos oficiais navais americano mais famoso da Segunda Guerra Mundial e Guerra da Coreia. O Almirante ocupou o cargo de Chefe de Operações Navais da Marinha dos Estados Unidos no período de 1955-1961. Burke estava vivo quando o líder da classe, o Arleigh Burke, foi encomendado.
Destroyer USS Cole (DDG-67)
O USS Cole, um dos DDGS da classe, foi danificado por um ataque suicida atribuído a rede terrorista Al-Qaeda, no qual um pequeno barco com um dispositivo explosivo improvisado se chocou contra o navio no dia 12 de outubro de 2000, em Áden, no Iêmen. Foi reparado e retornou ao serviço em 2001.
Destroyer USS Ross (DDG-71)
Destroyer USS Mahan (DDG-72)
Destroyer USS McFaul (DDG-74)
Destroyer USS Oscar Austin (DDG-79)
O primeiro navio da classe foi comissionado em 4 de julho de 1991. Com o desmantelamento do último navio da Classe Spruance, o USS Cushing (DD-985), em 21 de Setembro de 2005. 
Destroyer USS Nitze (DDG-94)
Os Arleigh Burke tornaram-se os únicos contratorpedeiros da Marinha dos Estados Unidos no activo e a classe mantém funcionando o mais longo programa de produção de navios de combate de superfície do país.
Destroyer USS Bainbridge (DDG-96)

 Destroyer USS Gravely (DDG-107)

Destroyer USS Jason Dunham (DDG-109)

Características
Tipo: Contratorpedeiro 
Deslocamento: 9 200 toneladas
Dimensões: 154 m comp.; 18 m boca; 9,3 m calado
Propulsão: 4 turbinas a Gás - 2 veios = 31 nós
Autonomia: 4 400 milhas náuticas a 20 nós
Aeronaves: 2 helicópteros na Flight IIA
Guarnição: 350 marinheiros